Commune monta Otelo de Shakespeare com adaptação- sábados às 21h, domingo Às 19h30

Commune monta Otelo de Shakespeare com adaptação

 

e direção do inglês John Mowat

 

A montagem foi contemplada com o Prêmio de Produção Inédita do PROAC, Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado de São Paulo

 

A Commune de São Paulo monta Otelo, com direção de John Mowat, baseado na peça de William Shakespeare, com pré-estreia no dia 1 de junho (sexta-feira), às 21h, e estreia para o dia 2 de junho e temporada até o dia 8 de julho de 2018, no Teatro Commune, Rua da Consolação, 1218. Sábados, às 21h, e domingos, às 19h30.

 

 

 

“Otelo, adaptação livre de John Mowat da peça de William Shakespeare, é uma abordagem cômica desta grande tragédia, que lida com temas universais e atemporais como o racismo, o amor, os ciúmes, a traição, a vingança e o arrependimento. O projeto – inédito – trabalha com a linguagem da comédia física, em que o encenador inglês John Mowat é mestre.

 

 

 

A inversão da etnicidade de Desdêmona e Otelo oferece uma nova visão sobre a relação deste casal. Desdemona, uma garota negra, está apaixonada e casa-se secretamente com um jovem general branco do exército veneziano, contra a vontade da mãe dela, Dona Brabancia. Cinco atores interpretam todos as personagens sendo que um deles não apenas representa um juiz e um cão, mas 52.724 soldados do exército veneziano. Só vendo pra crer.

 

 

 

Otelo, um grande general que não consegue perceber os verdadeiros inimigos no plano pessoal, Desdêmona e sua séria obsessão por contar soldados; Iago, que certamente é o que é, Cássio, com seu interesse peculiar por lenços femininos, Bianca e seu relacionamento íntimo com os soldados do exército veneziano, todos os 52.724; Rodrigo e suas patéticas tentativas para conquistar Desdêmona; Emília que tudo vê e tudo ouve, Dona Brabancia e sua relação secreta com o genro; o exército veneziano, uma destemida força de combate com sua paixão insaciável pela prostituta Bianca, a frota turca e seus Bigodes fantásticos, o governador de Chipre, sempre atrapalhando o caminho, um juiz, sempre preparado para silenciar a corte e um cão fiel e obediente, mas com um temperamento incontrolável.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O diretor inglês John Mowat

 

 

 

John é um dos encenadores mais criativos e originais da atualidade. Nasceu em Londres, onde estudou escultura na Royal Academy Schools. Estudou mímica corporal com Ronal Wilson na City Literary Institute e na Escola de Jacques Lecoq. Sua carreira em Teatro começou em 1980, quando apresentou seu primeiro show solo. Em 1994, foi um dos co-criadores da companhia Oddbodies Theatre, sediada em Londres. Como ator e diretor, com seu estilo de comédia altamente visual, viajou por mais de cinquenta países. Dirigiu cenicamente a Orquestra Sinfônica de Londres e foi parceiro de Nola Rae e Matthew Ridout em vários espetáculos.

 

 

 

Dirigiu por 17 anos a Companhia do Chapitô, de Lisboa, Portugal, criando espetáculos memoráveis, como, Édipo Rei, Macbeth, A Tempestade, Romeu e Julieta, Medeia, Tartufo, Jekyll and Hyde, Drákula, O Grande Criador, entre outros. Já foi reconhecido pela mídia internacional como um dos principais mímicos do mundo.

 

 

 

No Brasil, dirigiu Celebração das Realidade, com Isis Madi e Bruno Garcia, baseado na obra de Galeano, Godó, com Caco Matos (Bahia), Romeu e Julieta, com a Cia Oásis (RJ) e A Garota da Capa, com Andrea Padilha (SC)

 

 

 

A reescrita e adaptação de Otelo

 

Durante dois meses de intenso trabalho, em 2017, a peça foi inteira reescrita, cena por cena, através de improvisações, pelo diretor e pelos atores, com cenas e falas que indicam as ações mais relevantes para a trama, na busca de uma versão de Otelo atual e teatral. O roteiro da peça segue o roteiro da trama de Shakespeare, com a adição de algumas cenas, como, por exemplo, a que apresenta os personagens no início, a que Desdemona conta soldados ou a que o lenço passa de mão em mão por todas as personagens.

 

 

 

Cada um dos atores interpreta dois ou três personagens e estão o tempo todo em cena. Os figurinos são roupas comuns, como calça jeans e camiseta, com adereços específicos que diferenciam as personagens, como, um chapéu, um óculos, uma touca, uma echarpe e um lenço. Só vendo para crer!

 

 

 

Sinopse

 

Otelo, general de Veneza e Desdemona, uma jovem negra, casam-se secretamente. Iago sabendo que Rodrigo é apaixonado por Desdemona, denuncia o casamento secreto à mãe dela, Dona Brabancia. A mãe fica furiosa porque não quer que a filha se case com um homem jovem e branco e acusa, publicamente, Otelo pelo sequestro da filha com o uso de “magia branca”. No senado, Otelo é absolvido por ser o único capaz de deter os turcos que ameaçam invadir Veneza. Iago quer vingar-se de Otelo por este ter promovido o jovem Cassio em seu lugar ao posto de tenente Coronel. Após a derrota dos turcos, em Chipre, Iago põe em prática o plano para fazer com que Otelo pense que Cassio e Desdemona são amantes. Primeiro, usando Rodrigo, faz Cássio ficar bêbado e duelar com Rodrigo e com o Governador de Chipre, levando Otelo a demitir Cássio. Orienta Cassio a pedir ajuda à Desdemona para restituir o posto, o que ela faz rapidamente, já que é amiga de Cassio. Depois fala a Otelo sobre um sonho erótico que Desdemona teria tido com Cássio. Em seguida, faz com que a criada Emilia, sua esposa, roube um lenço de Desdemona e o coloca no quarto de Cássio, fazendo com que Otelo saiba disso. Otelo decide matar Desdemona, mas revela que nunca matou ninguém. Tem um exército à sua disposição para fazer isso. Iago convence Rodrigo a matar Cássio, dizendo a ele que Cássio ama Desdemona. Rodrigo prepara uma emboscada para Cassio, eles duelam e se ferem mutuamente. Iago mata Rodrigo e diz a Otelo que matara Cassio. Otelo mata Desdemona. Emília revela que Desdemona nunca foi infiel e que o lenço foi roubado por Iago. Iago mata Emília. Otelo, arrependido, se mata. Cássio reaparece ferido, prende Iago e encerra a tragédia.

 

 

 

Ficha Técnica

 

Otelo, baseado na obra de William Shakespeare

 

Direção Geral e Concepção: John Mowat

 

Co-direção e Assistente de Criação: Augusto Marin

 

Elenco: Miriamm Lima, Alan Benatti, Silvia Nicollatto, Paulo Dantas e Augusto Marin

 

Direção de Produção; Augusto Marin

 

Produção Executiva: Kelly Laser

 

Quando: De 2 de junho a 8 de julho. Sábados, às 21h, e Domingos, às 19h30.

 

Pré-estreia: 1 de junho (sexta-feira), às 21h.

 

Teatro Commune – Rua da Consolação, 1218, Consolação (ao lado do metro Mackenzie-Higienópolis) com estacionamento ao lado.

 

Fones: (11) 34760792 – 97665 2205

 

Faixa etária: 12 anos

 

Duração: 1h 20min

 

Gênero: Tragicomédia

 

Deixe um comentario